[Ideias no Vórtice] O Cinema de profundidade de John Ford

1956 - Rastros de Odio 4

John Ford foi um dos maiores cineastas da história do cinema. Contribuindo desde 1917 como diretor (de acordo com o seu imdb), ele não só ajudou a estabelecer o mercado audiovisual como um dos mais importantes da época como conseguiu colaborar artisticamente em um dos aspectos mais importantes do cinema: a fotografia.

Dono de um dos maiores acervos dentro do faroeste, Ford conseguiu elevar o gênero a outro nível ao exigir dos seus diretores de fotografia um enquadramento primoroso, em que não somente a mise-en-scene acontecia de forma triunfal, como também se conseguia ver a profundidade de campo impressionante quando filmadas no deserto.

John Ford filmando

John Ford dirigindo John Wayne

Os exemplos para ilustrar foram escolhidos a partir de 4 filmes marcantes do diretor por serem filmados quase que exclusivamente no deserto, mais especificamente no Monument Valley.

john-ford-point

O John Ford Point no Monument Valley, reserva dos índios Navajos, na fronteira do Arizona com Utah.

No Tempo das Diligências (Stagecoach, 96m, 1939) Diretor de Fotografia: Bert Gleenon

1939 - No Tempo das Diligencias 1 1939 - No Tempo das Diligencias 2 1939 - No Tempo das Diligencias 3 - antes do ataque dos indios

Paixão dos Fortes (My Darling Clementine, 97m, 1946) Diretor de Fotografia: Joseph MacDonald

1946 - Paixao dos Fortes 1 1946 - Paixao dos Fortes 2 1946 - Paixao dos Fortes 3 1946 - Paixao dos Fortes 4 1946 - Paixao dos Fortes 5

Sangue de Heróis (Fort Apache, 125m, 1948): Archie Stout

1948 - Sangue de Heróis 1 1948 - Sangue de Heróis 2 1948 - Sangue de Heróis 3 1948 - Sangue de Heróis 4

Rastros de Ódio (Searchers, 119, 1956) Diretor de Fotografia: Winton C. Hoch

1956 - Rastros de Odio 1 1956 - Rastros de Odio 2 1956 - Rastros de Odio 3 1956 - Rastros de Odio 4 1956 - Rastros de Odio 5 1956 - Rastros de Odio 6

Mais informações sobre o cinema de John Ford em português aqui em 4 partes: I, II, IIIIV, e em inglês em duas partes, 1 e 2.

Quem quiser, pode comprar um livro da Taschen com todos os filmes do diretor aqui.

Texto de autoria de Pablo Grilo.