Sai de Cena a Atriz e Ícone da TV Mary Tyler Moore

Mary Tyler Moore, que marcou a história como a dona de casa no The Dick Van Dyke Show nos anos 60, e depois conquistou o mundo com seu próprio sitcom nos anos 70 a transformando em queridinha da America teve seu falecimento confirmado hoje em notícia do The Hollywood Reporter, ela tinha 80 anos.

“Hoje o ícone Mary Tyler Moore faleceu em companhia de amigos, seu marido e companheiro há 33 anos, o Dr. Rober Levine.” Disse o representante da atriz.

Moore atuou no exato oposto de seu papel nas TVs em Gente como a Gente, de Robert Redford (1980), ganhando uma indicação ao Oscar interpretando uma mãe frigida em desespero para se conectar ao seu filho.

A seis vezes indicada ao Emmy passou por uma recente cirurgia em 2012 para remover um tipo de tumor benigno numa sensível região do seu cérebro. Moore também fez o oposto de seu papel na série de Dick Van Dyke onde interpretava uma dona de casa suburbana chamada Laura Petrie de 1961-66, para Mary Richards — uma azarada moça que se mudou para Minneapolis atrás de um emprego na TV local para o programa de noticias matinal após largar seu noivado de dois anos, onde trabalhou de 1970-1977 (no Brasil a série foi exibida na rede globo). Esse último principalmente consolidou a presença de uma mulher independente e forte na TV, Moore foi ícone presente no movimento feminista durantes duas décadas.

Nativa do Brooklyn, mudou-se com sua família aos oito anos para Los Angeles onde aspirava a carreira de dançarina e logo conseguiu seu primeiro papel como bailarina já na adolescência. Ao lado de Twin Peaks essa sua última série está sempre presente nas listas de séries mais importantes da história da TV, tanto na revista TIME, quanto Rolling Stones, IMDB e Hollywood Reporter não só por prosseguir com o formato Sitcom consolidado por I Love Lucy quanto ter reinventado o formato da mesma.

Texto de autoria de Halan Everson.