Sai de cena o cantor Chris Cornell

Foi anunciado há 4 horas atrás que Chris Cornell, líder do SoundgardenAudioslave  faleceu ontem a noite, aos 52 anos de idade. A notícia foi anunciada pela The Associated Press Reports. A morte de Cornell foi “de repente e inesperada”, segundo seu representante Brian Bumbery em nota à imprensa. Ele havia tocado em concerto com o Soundgarden em no Detroit’s Fox Theater ontem a noite. Até o momento a causa da morte ainda é desconhecida. Foi dito também em nota que a família estaria trabalhando com os médicos para determinar a causa da morte. Cornell ajudou a formar o Soundgarden em 1984. Ao lado do Nirvana e Pearl Jam, eles moldaram a cena Grunge de emergente de Seattle nos anos 1990. Seu álbum Superunknown, os garantiu enorme sucesso comercial e crítico, incluindo Grammys para os singles “Spoonman” e “Black Hole Sun.” Em 2002, Cornell lançou o primeiro de três álbuns do Audioslave ao lado dos membros do Rage Against the Machine.

Cornell comandou com mão cheia outros projetos como o notável Temple of the Dog. Em 1990, ele formou um grupo com os membros do Mother Love Bone após a morte do seu vocalista, Andrew Wood, que foi um amigo muito próximo de Cornell. A Carreira solo dele inclui o álbum Scream, produzido por Timbaland, sua colaboração na trilha sonora do filme Redenção o trouxe uma indicação ao Emmy. Nos últimos anos, Cornell se envolveu em várias reuniões de ex-bandas, a começar com o retorno do Soundgarden em 2010, e reuniões comemorativas com o Temple of the Dog em 2016, e por fim, o Audioslave no início desse ano se reuniu para um show em protesto ao presidente norte-americano Donald Trump, que segundo o grupo seria “celebração à resistência ao racismo, machismo, homofobia, bullying, devastação ambiental, fascismo e Donald Trump” e que “maus presidentes dão ótimas músicas”. A banda não se reunia desde 2005.

A causa da morte não foi divulgada e familiares pediram privacidade neste momento.

[Atualização] Médicos legistas confirmaram a causa da morte como suicídio por enforcamento.

Acompanhe-nos pelo Twitter e Instagram, curta a fanpage Vortex Cultural no Facebook, e participe das discussões no nosso grupo no Facebook.