Filipe Augusto Pereira é Jornalista, Escritor, quer salvar o mundo, desde que não demore muito e é apaixonado por Cinema, Literatura, Mulheres Rock and Roll e Psicanalise, não necessariamente nessa ordem.

[Crítica] Doutor Estranho

[Crítica] Sieranevada

[Crítica] Deixa na Régua

[Crítica] Carrie, a Estranha (1976)

[Crítica] Tropa de Elite

Séries – Fall Season 2016

[Crítica] Divinas Divas

[Crítica] Eu, Daniel Blake

[Crítica] Toni Erdmann

[Crítica] Fala Comigo

[Crítica] Vermelho Russo

[Crítica] Loving

[Crítica] Manchester à Beira Mar

[Crítica] Cinema Novo

[Crítica] Ring 0: O Chamado (Ringu 0)

[Crítica] Cidade de Deus