Um autômato a serviço do site... ou não.
bright

Crítica | Bright

Resenha | Sandman: Prelúdio – Volume 3