Crítica | Eleições

De Alice Riff, mesma diretora de Meu Corpo é Politico, o longa-metragem documental Eleições mostra a rotina da Escola Estadual Doutor Alarico da Silveira, no centro de São Paulo, mais focalizada nas falas dos alunos do ensino médio que se encaminham para um simples pleito do grêmio estudantil, e nesse ponto se vê como a aproximação do período de candidaturas mexe com os ânimos e com as rivalidades internas, seja no âmbito pessoal, convicções ou na expectativa de futuro que cada um dos personagens retratados possuem.

Não há qualquer jovem idealizado. A câmera flui de maneira muito natural pelas salas, pátios e corredores da escola, registrando de maneira bastante tranquila as falas dos entrevistados, variando normalmente entre os sonhos dos meninos e meninas que estão em fase de decidir o que prestarão no vestibular, além de mostrar a tensão com a proximidade da eleição.

Em tempos em que se fala em bobagens como Escola Sem Partido, assistir a obra de Riff serve até de inspiração, tal qual o que ocorreu com o recente Escolas Em Luta, que também mostrava a resistência de alunos que ocuparam escolas, embora claramente haja uma diferença de caráter e espírito entre os dois filmes.

Iniciativas como essas deveriam ser exibidas em escolas, fato que se torna quase impossível com o avanço agressivo de grupos que buscam fiscalizar se há discurso ideológico em sala de aula ou nos ambientes escolares, ainda que obviamente a preocupação não seja exatamente com as crianças serem doutrinadas ou não, mas sim com a desinformação.

O filme é extremamente divertido, e é incrível como o micro-cosmo estabelecido ao longo dos pouco mais de 100 minutos consegue representar bem o cenário das eleições de 2018. Por mais que a maior parte da toada de Eleições seja ligada a comédia, há uma profunda reflexão a respeito do analfabetismo político que toma conta do brasileiro, além de levantar questões a respeito de chapas que fazem alianças com religiosos e uma discussão bem contida sobre identidade de gênero, tudo isso mostrado de uma maneira simples e palatável.

Facebook – Página e Grupo | Twitter Instagram.