Cinema

Crítica | LEGO Star Wars: Especial de Festas

Compartilhar

LEGO Star Wars: Especial de Festas é a nova e última empreitada da LEGO ligado a franquia criada por George Lucas. O especial de 48 minutos é dirigido por Ken Cunningham, e começa logo após os eventos de A Ascensão Skywaker, mostrando o cenário da destruição da Primeira Ordem, com os personagens da nova trilogia indo a Kashyyyk, planeta natal de Chewbacca, para comemorar o dia da vida.

Apesar desse não ser um evento canônico, ele traz a tona elementos do terrível especial de 1978, Star Wars: Holiday Special, no feriado comemorativo dos wookies. Além disso, os personagens seguem suas vidas pós-vitória da resistência, Rey treina Finn e a nova geração brinca preparando a Milenium Falcon para receber a família de Chewie.

O tom é infantil e a trilha é bem diferente do visto nos filmes embora haja uma clara inspiração no temas de John Williams. O design das naves ao estilo Lego é bem legal, mas fora elas e os personagens, mal parece que essa é uma aventura da franquia de brinquedos, já que os cenários não parecem feitos de blocos amarelos.

O artifício para que Rey aprenda a se tornar uma mestre Jedi é inteligente, passa por momentos clássicos garante momentos muito engraçados, que fazem troça com momentos grotescos da ultima trilogia, com especial foco na historias de Kylo Ren/Ben Solo. Além disso, há referencias ao conto de natal de Charles Dickens, com fantasmas mostrando o óbvio aos heróis. A mensagem singela e sentimental do dia da vida faz todo sentido, além de brincar com os elementos caros do cânone de Star Wars, sem parecer presunçoso, nem mesmo quando brinca com os clichês e elementos de viagem no tempo.

Filipe Pereira

Filipe Augusto Pereira é Jornalista, Escritor, quer salvar o mundo, desde que não demore muito e é apaixonado por Cinema, Literatura, Mulheres Rock and Roll e Psicanalise, não necessariamente nessa ordem.
Veja mais posts do Filipe
Compartilhar