Crítica | Os Fantasmas Contra-Atacam

Os Fantasmas Contra-Atacam, filme de Richard Donner, começa com inserções de comerciais natalinos nonsense, com os duendes e papai Noel se armando até os dentes contra opositores, junto ao personagem Lee Majors, de O Homem de Seis Bilhões de Dólares. Em meio a isso, o diretor da rede de televisão Frank Cross (Bill Murray) é apresentado, um homem egocêntrico e com poucos escrúpulos, que só pensa na audiência de sua emissora, não importando o preço a ser cobrado. Logo, ele é visitado pelo espírito de seu amigo morto, Lew Hayward (John Forsythe), que serve de prenúncio para o que virá.

Por não pensar nos outros e ser frio, a vida e destino do protagonista está fadada a ser destruída, e para isso, três espíritos o visitarão, o do natal passado, natal presente e futuro. Em meio a essas visitas ele viaja pelo tempo e vê alternativas do que seria sua vida, normalmente envolvendo a bela Claire Phillips (Karen Allen, de Caçadores da Arca Perdida) como seu par.

Essa versão de Um Conto de Natal, de Charles Dickens reúne menções mais modernas a situações de A Felicidade Não se Compra, embora o herói da jornada tenha um caráter bastante diferente do Bailey que James Stewart fazia. O cunho do longa obviamente é outro, a comédia, trabalhando de maneira irônica com alguns elementos referentes a hipocrisia do mundo corporativo e da vida adulta.

O desfecho é irônico, e se vale muito do carisma de Murray, que estava bastante em alta principalmente por conta de Os Caça-Fantasmas – que inclusive é o motivo do nome brasileiro fazer referencia a fantasmas, e não a Scrooged ou ao conto de Dickens. Entre os coadjuvantes, vale lembrar de Carol Kane, que faz o fantasma do presente, misturando o arquétipo de aparição com o de fada, com uma abordagem bem lisérgica do mito. Sua performance casa à perfeição com a de Murray, e ajuda a engrandecer o escopo de Os Fantasmas Contra-Atacam, tornando-o um filme divertido apesar de seus clichês.

Acompanhe-nos pelo Twitter e Instagram, curta a fanpage Vortex Cultural no Facebook, e participe das discussões no nosso grupo no Facebook.