Tarantino comenta novamente sobre sua aposentadoria

Quentin Tarantino vem falando sobre se aposentar da carreira de diretor por anos, e chegou a dar uma data definitiva para tal quando lá em 2014 havia confirmado que se aposentaria quando concluise seu décimo filme. Na época, durante entrevistas, ele chegava a comentar “Não é como se tivesse escrito numa pedra, mas é o meu plano!” e “estou planejando parar no décimo, mas quando completar 75 anos talvez possa decidir que tenho mais uma história pra contar.”

Mas ele reforçou sua ideia da aposentadoria após o décimo filme. Dizendo ao público no Adobe Max – uma conferência sobre processo criativo no Convention Center em San Diego – que ele realmente vai largar a direção. E ainda complementou que “A maneira como eu defino sucesso é finalizar minha carreira sendo considerado um dos maiores cineatas que viveu. E não só um realizador de cinema, mas um artista.” Considerando que ele dedicou sua vida ao cinema, é bem estranho ver alguém dizendo que vai passar o resto de sua vida fora dele. Durante a produção de seu último filme Kurt Russell teria comentado “Você não acredita realmente nisso, não é!?” ao ouvir sobre o plano do diretor.

Conhecendo Tarantino, a janela de tempo entre esses dois filmes pode ser relativamente grande. Ele contou que antes mesmo de seguir para seu próximo filme ele estaria trabalhando num projeto de pesquisa histórica que vem sendo desenvolvido há anos. “Pode ser que seja um livro, um documentário, ou um podcast em 5 partes. Essa história vai se orientar em 1970, um dos períodos mais importantes da história do cinema.”

Mas e quanto aos seus dois últimos filmes? Ele já havia comentado sobre inúmeras ideias para dirigir, mas ele parece estar muito interessado em um filme a lá Bonnie e Clyde na Austrália dos anos 30. Além disso ressaltou um interesse em fazer um terceiro faroeste e se consolidar como um diretor do gênero. Possivelmente se trata de Forty Lashes Less mas que também já foi outrora comentando que essa ideia poderia seguir para a TV, além de ter comentado que não descartou a ideia de realizar Killer Crow, um projeto que seria um tipo de Spin-Of do roteiro de Bastardos Inglórios e que parece estar presente na sua mesa há anos.

Seja qual for seu destino, ele sem dúvida já deixou sua marca na história, passeando entre gêneros e ao mesmo tempo definindo seu estilo próprio, construindo camadas de narrativa que são necessárias bem mais que uma vez para compreender quais foram, e muito mais tempo para ir atrás das influências do diretor.

Fonte: http://collider.com/quentin-tarantino-confirms-retirement-plans/#images