[Especial] Superman

Ícone da cultura pop nos dias atuais, Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938, pós-crise de 1929 e em meio à Grande Depressão que levou os EUA a uma dramática redução do nível de emprego no país, que só se recuperou economicamente ao longo de sua participação, inicialmente, neutra, e posteriormente, ativa, na Segunda Guerra Mundial. Como expressão de seu tempo, era natural que o contexto social e político dos EUA nessa época se refletissem nas histórias do Superman. Isso pode ser observado desde sua criação quando suas histórias eram voltadas à críticas sociais, discursos de resistência e o enfrentamento às autoridades; assim como, posteriormente, enaltecendo o modo de vida americano e o discurso imperialista e, por vezes, religioso.

O sucesso de Superman se deu de modo quase imediato, seja pela forma com o qual os autores construíram imageticamente um universo paralelo que agregava valores reais a obra, como também os ideais de justiça e moral que o herói sempre transmitiu. Rapidamente foi adaptado para diversas mídias como rádio e televisão, posteriormente alcançando jogos de videogame e cinema.

A concepção da personagem seguiu à cartilha dos quadrinhos da época: força sobre-humana, identidade secreta e uniforme. No entanto, interessante notarmos que essas características já comuns ao universo dos super-heróis da época traziam detalhes pouco habituais.

A força sobre-humana do Superman parece ter vindo da influência da dupla aos temas de ficção científica da época. Ao contrário de outros super-heróis, os poderes do Homem de Aço vêm de sua origem alienígena, e não de poderes místicos, tão comuns naquela década. Do mesmo modo podemos observar que a questão da identidade secreta também era um diferencial, uma vez que o herói não possuía máscara, mas seu disfarce se dava num belo trabalho de composição de disfarce, com a construção de uma fragilidade e timidez que o super-herói não possuía, aproximando-se assim dos seus leitores ao retratar um homem comum. Do mesmo modo que o seu uniforme fugia daqueles retratados à época e ainda utilizava cores da bandeira americana, tornando-se assim ainda mais simbólico, não como representante de um governo, mas de seu povo. Logicamente, esta simbologia foi utilizada de diferentes formas ao longo dos anos.

É verdade que por muito tempo o personagem assume o papel de protetor dos valores norte-americanos, agindo como um grande soldado americano que representava o país carregando sua bandeira ao redor do globo, no entanto, esta leitura é apenas parte de um mosaico muito maior da história da personagem, sendo excessivamente reducionista afirmar que era somente isto o que o caracterizava como personagem. Superman é reflexo e expressão do seu tempo, algo demonstrado na abordagem do personagem no início do século XXI, onde seu discurso novamente é deslocado, deixando de lado os posicionamentos político-ideológicos que tanto defendeu por anos, e buscando novos ideais, agindo contra o establishment norte-americano, sempre ativo no combate às injustiças sociais, evitando certo nacionalismo que o consagrou e tomando uma postura mais internacionalista.

A única certeza que temos é que o Homem de Aço continuará a representar princípios. Sua luta contra a injustiça – em certos momentos adotando posturas contraditórias, por vezes messiânicas, mas assim como cada um de nós – com seus erros e acertos. É nesta humanidade que reside seu maior poder.

Quadrinhos

(1938) Superman: Crônicas Volume Um
(1972) Precisa Haver um Superman?
(1985) Para o Homem Que Tem Tudo
(1986) O que Aconteceu com o Homem de Aço?
(1987) O Mundo de Krypton
(1991) Superman: O Homem de Aço
(1999) Superman: Paz na Terra
(1997) O Reino do Amanhã
(2000) Liga da Justiça – Torre de Babel
(2000) LJA: Terra 2
(2003) Superman: Entre a Foice e o Martelo
(2003) Liga da Justiça – Os Sete Sinistros
(2005) Lex Luthor: O Homem de Aço
(2005) Crise de Identidade
(2006) DC: A Nova Fronteira
(2009) A História do Universo DC
(2010) Superman: Brainiac
(2016) Bizarro

Filmes:

(1978) Superman: O Filme
(1983) Superman III
(1987) Superman IV: Em Busca da Paz

(2006) Superman II: The Donners Cut
(2006) Olhe Para o Céu: A Incrível História do Superman
(2006) Superman: O Retorno
(2013) Homem de Aço – Crítica 1, Crítica 2
(2015) A Morte de “Superman Lives”: O Que Aconteceu?
(2016) Batman vs Superman: A Origem da Justiça – Crítica 1, Crítica 2

Animações:

(2009) Superman e Batman: Inimigos Públicos
(2011) Superman All Star
(2012) Superman vs Elite

Livros

(2012) Superdeuses: A Era de Ouro – Grant Morrison (Parte 1)
(2012) Superdeuses: A Era de Prata – Grant Morrison (Parte 2)
(2012) Superdeuses: Era das Trevas — Grant Morrison (Parte 3)
(2012) Superdeuses: A Renascença – Grant Morrison (Parte Final)

Podcasts:

VortCast 42: O que esperar da DC nos cinemas (ou ‘saudades do Nolan’)
VortCast 39: Batman vs Superman: A Origem da Justiça
Vortcast 26 – Zack Snyder
Vortcast 22: Ben Affleck
VortCast 07: Os Novos Rumos da DC Comics
VortCast 01: A História da DC Comics – Parte 1

Artigos

Superman: Um Renascimento Perigoso
O Superman de Zack Snyder: Messias ou Anticristo?
Batman vs Superman é um verdadeiro “épico” das referências
Batman vs Superman: A Ilusão Definitiva
Dez Anos Após Superman – O Retorno… O Que Mudou?
Superman: Do Cinema Para a Eternidade
E se o Cinema Desprezasse Super-Heróis?
Rebirth: O Renascimento da DC Comics – Parte 1
Rebirth: O Renascimento da DC Comics – Parte 2