Dungeons and Dragons 5ª Edição | Versão nacional é anunciada e gera controvérsia

Dungeons & Dragons é o primeiro, maior e mais famoso RPG do mundo. Após um boom no início dos anos 2000 com a 3ª Edição e uma fracassada 4ª edição, a mais recente encarnação do jogo de interpretação tem agradado tantos os novos quantos os mais velhos fãs. Lançada em 2014, a 5ª edição não seria licenciada para outras línguas além da original em inglês. Mas a Wizards of The Coast (editora americana do jogo, comprada pela gigante Hasbro) anunciou nessa terça, 21 de março, que iniciou o processo de regionalização do jogo, que será lançado em alemão, francês, espanhol, italiano e português. Assim, finalmente, Dungeons & Drangons terá sua 5ª edição lançada no Brasil!

Mas o que era pra ser comemorado como um avanço na história do jogo no país acabou vindo à tona envolto em polêmica. Assim que a Fire on Board – empresa nacional especializada em board games e ainda sem experiência com jogos de RPG – foi anunciada como a detentora dos direitos de D&D no Brasil, ficamos sabendo dos sórdidos bastidores da empreitada. Embora todas as negociações durante o ano passado tenham sido feitas por uma joint venture formada por três empresas nacionais (Redbox, Meeple BR e Fire on Board), e inclusive tivesse parte do material já traduzida, a FoB acabou descumprindo um acordo feito com as outras duas empresas e assumindo sozinha a marca. Isso parece ter inflamado os ânimos de grande parte da comunidade de amantes de D&D, que criticaram duramente a atitude da FoB, prometendo um boicote à empresa.

Enfim, o que era pra ser motivo de comemoração para os fãs acabou sendo uma demonstração de falta de ética profissional e vale-tudo empresarial. Aos fãs de Dungeons and Dragons, resta esperar o desenrolar da trama e torcer para que uma atitude digna seja tomada pela empresa, mesmo que sob a pressão de um iminente boicote. Enquanto isso, não faltam no mercado nacional excelentes alternativas ao D&D, seja o Pathfinder da Devir, o Tormenta RPG da Jambô ou o bom e velho Old Dragon, da própria Redbox!