Review | Avadon: The Black Fortress

avadon the black fortress

Esse post faz parte de uma série de 6 mini reviews para cobrir o review do Humble Bundle for Android 2, então, se você ficar perdido, por eu usar alguma referência cruzada, confira, o post principal. Vamos ao mini review, do mais complexo e com certeza o maior gameplay dos jogos desse Humble Bundle para Android.

Avadon: The Black Fortress, é um RPG clássico. Com muitos elementos de jogos, como Diablo, e até um quê, de RPG de mesa, com muitos textos, e descrições detalhadas, a cada sala, e momento do jogo. Até por uma inviabilidade técnica, seria impossível dar a riqueza de detalhes, por meio visual, que o desenvolvedor gostaria, então optou-se por um jogo quase textual e com certeza isso compensa a falta de detalhes na parte gráfica do jogo.

As batalhas são por turno, o que me não me agrada mas ao mesmo tempo que consigo entender, que um jogo dessa complexidade para tablets, ficaria muito complicado, tanto de se desenvolver, quanto de se jogar, se assim não fosse.

Muito interessante também, são os personagens que você pode escolher para iniciar o jogo, são quatro classes e cada uma delas com uma árvore de habilidades própria. Que é evoluído através de pontos de experiência adquiridos, em quests e batalhas.

Os problemas mais latentes, com certeza são tanto a parte gráfica quanto a sonora, seriam ótimas para um jogo de 1998, mas para 2012, é complicado de aceitar. Inclusive os gráficos lembram muito Ultima Online, com a mesma câmera isométrica. E mesmo as texturas de personagens e cenários tem muito a ver. Com certeza se você exige bons gráficos para um jogo, passe longe desse.

Outro ponto a se ressaltar, que já foi citado anteriormente. É a história em si, e a quantidade de textos, presente no jogo. O que pode levar para um lado positivo ou negativo, depende do seu ponto de vista. Ao mesmo tempo, que a história é densa, e faz com que você se sinta imerso, dada a riqueza de detalhes descritos, dignos de um bom livro de fantasia medieval. Por outro lado, o jogo pode se tornar monótono e arrastado, caso esse não seja o seu tipo favorito. No meu caso, apesar de reconhecer o bom trabalho de Avadon nesse campo, confesso, que não me agrada, e dificilmente conseguirei chegar até o fim das mais ou menos 40 horas de gameplay. Na minha opinião, falta dinamismo, e perde-se muito tempo, entre longas conversas, com descrições e mais descrições sobre tudo do universo do jogo. Mas como disse, é uma questão de gosto.

Avadon: The Black Fortress, é desenvolvido pela Spider Web, produtora especializada em jogos de RPG. E vale a pena conferir, se você é um fã do gênero.