Review | rain

rain

Em uma cidade chuvosa, todos são invisíveis. As gotas de chuva revelam a forma de todos os seres daquele lugar. Você controla um garoto que, ao avistar uma garota, vai atrás dela. A tarefa não será fácil, pois existem criaturas espalhadas pelas ruas, e o Desconhecido está no seu encalço a todo instante. Exclusivo do Playstation 3 e desenvolvido pela Aquire e pela Sony Computer Entertainment Japan Studio, temos aqui um singelo e interessante jogo.

Este é um daqueles jogos “artísticos” onde a ideia é maior do que a execução Entretanto, rain é muito bem sucedido, pois sua execução é ótima. A direção de arte é muito legal, com belas figuras em aquarela nas cutscenes. A cidade, cenário do jogo, lembra ambientes europeus. A narrativa é feita por meio de textos que aparecem na tela como se estivessem fixos no cenário. As músicas são belíssimas, criando uma atmosfera peculiar. E a chuva não pára de cair.

Ao se movimentar pelo cenário, o pequeno garoto deve se esgueirar pelas ruas sem ser visto pelas estranhas criaturas. Neste ponto, o jogo é muito bacana e cria uma dualidade: enquanto estiver na chuva, o garoto poderá ser visto; fora da chuva, ele ficará invisível aos inimigos, mas também invisível para você, jogador. Será possível se localizar pela água que esguicha a cada passo, ou quando andar sobre uma poça. Ao passar pela lama, seu corpo ficará sujo e visível. Nos locais secos e protegidos da chuva, a única forma de saber a localização do garoto é prestar atenção nos objetos que ele esbarrar.

Por incrível que pareça, rain traz muitas variações na jogabilidade. A ideia de ser invisível foi aproveitada de inúmeras formas, tornando a jogatina agradável e interessante. Quando o garoto se encontra com a garota, as mecânicas de jogo ficam ainda melhores. Haverá uma cooperação entre eles que criará puzzles bem legais. Não há um desafio muito grande e a dificuldade é moderada. É um jogo curto (média de 3 horas), então não dará tempo de enjoar. A experiência é melhor do que a história em si, mas de qualquer forma vale a pena conferir este pequeno grande jogo.