Resenha | Mulheres – Eduardo Galeano

Mulheres (L&PM), de Eduardo Galeano é uma coletânea de textos feita pelo próprio autor onde homenageia diversas mulheres anônimas e famosas da América Latina e Estados Unidos. As histórias alternam-se entre contos, crônicas e pequenas histórias onde as protagonistas femininas estão presentes em sua singularidade e poder. Galeano explora uma diversidade de temas e o resultado são histórias saborosas com uma percepção crítica sobre a posição da mulher na sociedade.

O escritor uruguaio é mais conhecido pelo livro “As veias abertas da América Latina” onde investiga a história da região desde o período colonial até a atualidade, mostrando a exploração econômica e política do povo latino-americano primeiro pela Europa e depois pelos Estados Unidos. Do estilo presente em “As veias…” entendemos que Galeano, também jornalista, torna o seu texto uma união de investigação jornalística e análise econômica e política. Em “Mulheres”, o estilo também paira sobre uma congruência de informação e análise sobre as personagens femininas.

Do campo à cidade, do folclórico ao científico, do sonho à realidade, da democracia aos golpes militares, as mulheres que ganham vida nas páginas de Eduardo Galeano são múltiplas, com carências, afetos e falhas partilhadas por toda a humanidade. O estilo do escritor é preciso, sem embaraços de excessos ou carência de informações. Todas as histórias/crônicas funcionam por sua leveza, concisão e boa escrita. Livro excelente para homens e mulheres, e para tomarmos consciência de que a equidade dos gêneros é o mínimo que se pode pedir no século XXI.

Facebook – Página e Grupo | Twitter Instagram | Spotify.