Resenha | O Erro – Elle Kennedy

Em observação às obras lançadas nos últimos anos no país, bem como a lista de livros mais vendidos, não é surpresa afirmar que o young adult se tornou um gênero importante para o mercado. O jovem foi redescoberto como um leitor e consumidor fundamental, fator que tem se retroalimentado em novos autores escrevendo diretamente para o público-alvo em uma linguagem direta e coloquial.

A série Off Campus da canadense Ellen Kennedy mantém a tendência ao explorar o Ensino Médio americano, o famoso high school, como ambiente para apresentar personagens típicos como garotas tímidas, astros do esporte de beleza ímpar, em tramas simples e focadas no entretenimento.

Lançada pela Paralela, selo editorial da Companhia das LetrasO Erro é o segundo volume da série intitulada no país como Amores Improváveis. A série composta por 4 livros e lançadas originalmente entre 2015 a 2016, buscava registrar narrativas de um grupo de amigos pertencentes a mesma escola, apresentando, como demonstra o título, histórias amorosas improváveis, aliadas a conquistas esportivas e a diversão tradicional de jovens sadios prestes a entrar na vida adulta.

Na trama, Logan é o típico adolescente talentoso no esporte, dono de uma personalidade charmosa que, aliada a beleza, conquista as mulheres. Porém, o personagem está apaixonado pela namorada do melhor amigo e prevê um futuro difícil a sua frente ao lidar com esse conflito e também devido ao pai alcoólatra. Até que um dia, como se espera naturalmente, ele conhece a tímida Grace.

A narrativa se estabelece a partir da visão padrão do colégio americano, inicialmente fortalecendo arquétipos para depois quebra-los parcialmente. O casal da trama segue a estrutura de opostos que se atraem: o mocinho famoso da escola que parece malvado e a menina comum que conquista seu coração. A história narrada pelos dois personagens alterna os ponto de vista, explorando, tanto ansiedade masculinas como femininas concentradas na juventude.

Embora outras narrativas do gênero sempre se mantenham desequilibrada ao unir uma trama de entretenimento, humor e erotismo, Kennedy sabe dialogar com naturalidade sobre tais polos. Principalmente, por seguir a risca a métrica de que a trama apresenta adolescentes falando com leitores adolescentes. Nenhuma cena sexual envolve descrições rebuscadas, mas se alinha e descreve as sensações mais naturais que qualquer adolescente sentiria se envolvido dessa maneira, uma autenticidade funcional ao seu público-alvo.

Focado em adolescentes, é natural que os conflitos sejam extremos, afinal, as personagens estão em uma fase de amadurecimento em que o imediatismo ainda é uma das tônicas. Embora seja perceptível a condução de alguns conflitos apenas como drama dentro da trama, o enredo fluí pelo carisma das personagens.

O Erro é uma narrativa rápida, feita para distrair os leitores, principalmente os jovens, em uma trama direta. Aos leitores jovens, o diálogo é mais forte e pode lhes transmitir uma mensagem mais profunda, ainda que, como outros young adults o final se ancora no mítico final feliz. Um contraponto oposto de narrativas maduras que nunca poupam o leitor de dramas severos.

Compre: O Erro – Elle Kennedy.

Acompanhe-nos pelo Twitter e Instagram, curta a fanpage Vortex Cultural no Facebook, e participe das discussões no nosso grupo no Facebook.