[Resenha] Sal, Açucar e Gordura – Michael Moss

sal-acucar-gordura-michael-moss

Há uma máxima envolvendo os hábitos alimentares que afirma que você é aquilo que consome. Em outras palavras, a qualidade e a variedade dos alimentos serão parcialmente responsáveis pelo equilíbrio corporal, resultando em uma vida saudável. Mesmo aqueles que desejam realizar uma alimentação balançada, sofrem com outros conflitos contemporâneos como a escassez do tempo no preparo de alimentos, recorrendo à comidas industrializadas ou produzidas por terceiro como fonte diária de nutrientes.

Devido a esta falta de tempo, grande parte da população substitui refeições por alimentos processados, motivo pelo qual a indústria alimentícia produz uma gama quase infinita de produtos industrializados ao gosto do freguês. O vencedor do Pulitzer Michael Moss observou este universo atentamente e compôs um bom livro fundamentado a partir dos três aditivos mais utilizados pela indústria: o sal, o açúcar e a gordura.

Lançado pela Intrínseca, o livro Sal, Açucar e Gordura: como a indústria alimentícia nos fisgou é dividido em três partes específicas focada em cada um destes aditivos, explorando tipos alimentares diferentes que tem em comum a habilidade de produzirem produtos irresistíveis para o público. Truques promovidos por empresas para fisgar consumidores pela boca. A obra apresenta pesquisas, relatos de grandes empresários do ramo e uma quantidade intensa de informação adicional promovendo um livro informativo sobre o tema, esclarecendo como o alimento disponível nas gôndolas dos mercados passam por processos longos e calculados para que cada mordida seja degustada com prazer.

A exposição de uma vasta gama de conhecimento e de visões diferentes da industria fundamenta uma obra analítica sobre a manipulação da comida a partir das empresas, reconhecendo que grande parte dos alimentos possuem calorias excessivas ao mesmo tempo em que são bem sucedidas comercialmente, apontando que muitos destes processados foram inovadores na época de seu lançamento. Moss apresenta casos bem sucedidos de vendas como a Coca-Cola, a revolução do suco Tang e outros sucessos que causaram conflito em diversos órgãos do governo quando se descobriu que os alimentos com excesso de sal, gordura e açúcar poderiam ser tão nocivos quanto a indústria do tabaco. E, a partir de então, a indústria apresentou movimentos de ação e recuo quanto a conscientização da população dos males do consumo excessivo de processados. Informações muitas vezes deixada de lado para manter o alto retorno financeiro.

O livro reportagem é formatado para o público em geral, e a escrita de Moss é envolvente e informativa suficiente para que mesmo o leitor que não conhece o tema possa se integrar e se sentir dentro desta complexa indústria. O grande problema da edição brasileira reside no trabalho de revisão do texto, deixando alguns erros crassos na edição final que não causam um incômodo permanente na leitura mas que requeriam um pouco mais de atenção do revisor.

Bem informativo e desmistificador dos processos da indústria alimentícia, Sal, Açúcar e Gordura é uma excelente obra de não-ficção sobre um tema necessário tanto como leitura informativa como para aqueles que desejam conhecer mais sobre as armadilhas produzidas pelos alimentos processados. Se cada um é aquilo que come, saber como cada alimento é recebido pelo corpo é um primeiro passo para uma consciência e uma saúde mais eficiente.

Compre: Sal, Açucar e Gordura – Michael Moss

michael-moss