Allan Goldman, Chiaroscuro Studios e a desconexão com a realidade

A Agência Chiaroscuro Studios publicou esta semana uma declaração repudiando a posição do cartunista Allan Goldman, que através do estúdio presta serviços como freelancer para a DC Comics.

Allan, que chegou a produzir Jovens Titãs e Superman, tem posicionamentos políticos bastante claros e fáceis de identificar mesmo em uma visita rápida vista ao seu perfil no Facebook, sendo a desconstrução da esquerda política sua aparente e principal motivação. Porém, diante do caso da moça de 16 anos vítima de um estupro coletivo na última semana, ele escreveu a seguinte postagem:

yETG5aMHdOY

A postagem que estava disponível até pouco tempo, hoje está indisponível ao público. Por não fazer muito sentido, é um tanto complicado entender o seu real posicionamento. Ou ele acha que mulheres e transexuais são sub-cobradas por seus crimes e os homens demasiadamente cobrados, ou acha que é impossível que mulheres estuprem, talvez relacionando o estupro ao sexo e não com a violência de se violar o corpo de alguém. Ambas prováveis abordagens problemáticas.

Diante da repercussão do caso a Chiaroscuro Studios, que produz também a Comic Con Experience junto ao Omelete, publicou a seguinte nota:

Capturar

O estúdio recebeu apoio da maioria do público, com aproximadamente 8 mil “curtidas” e “amei” e apenas sinais de menos de 250 desaprovações na rede social até o momento em que esta matéria era escrita, apesar de notarmos uma organização de usuários para realizar manifestações pontuais na página da agência utilizando imagens de Jair Bolsonaro, mensagens de “Eu Luto pelo Fim do Feminismo” ou mesmo os chamando de intolerantes.

A insensibilidade e falta de senso de proporção de Allan é notável, e isso em nada tem relação com seu viés político-institucional, mas sim com sua política diária, esta que é pessoal de cada um e que trata de como nos posicionamos em relação ao mundo.

Ocorreu um crime que claramente mexe com ânimos e que tem sua seriedade intrínseca, porém ele escolheu tratar o assunto com deboche em cima, e regozijo em estar supostamente apontando o dedo em alguma hipocrisia. Isso o torna uma pessoa insensível, egoísta, infantil e que não entende bem os conceitos que ataca (questões de gênero são do âmbito científico, não político).

Apesar disso tudo, as declarações dele não me parecem criminosas. Veja, mesmo não sendo criminosas, não significa que não serão contestadas pela sociedade. Podem e devem, e viver em sociedade é isso.

As pessoas estão certas em se opor?

Sim. Senso de ocasião é relacionado com o que se chama de mentalização, neurônios espelhos ligam observação e ação, e tanto nos permitem bocejar quando vemos alguém bocejar também, quanto compreender o que dizer e quando dizer. Senso que não nos permite rir de uma piada muito engraçada em um velório qualquer. É preciso ler o momento para identificar a abordagem. As pessoas sempre escolhem no lugar de quem irá se colocar e a desaprovação social está presente em todas nossas ações, e por estarem mais expostas devido as redes sociais ao colocar qualquer argumento para o público, estamos sujeitos à sua aprovação ou desaprovação.

Demais artistas representados pelo estúdio também se posicionaram. Eddy Barrows criticou a agência por ter dado vazão pública ao rompimento, já Cris Bolson, José Aguiar e outros artistas apoiaram publicamente a decisão.

Uma empresa está certa em demitir um funcionário por suas opiniões políticas?

Novamente é preciso identificar que a posição político-ideológica não deve ser confundida com sua política pessoal, aquela do dia a dia. Não é aceitável demitir alguém por conta de quem a pessoa vota nas urnas. Isso seria aproveitar-se de uma hierarquia ou relação de necessidade para suprimir o pensamento do outro. A exceção ficaria para o caso de uma defesa claramente criminosa, que possam ferir a integridade física e moral de outras pessoas ou firam os direitos humanos. Embora seja possível defender que o deboche é parte de um comportamento que vê a violência como menos relevante e portanto à propaga, não há um incentivo claro à prática de violência.

Allan Goldman não perdeu o emprego

Veja, ele não é um empregado em que se tem uma relação de hierarquia, tão pouco a quebra foi devido seu posicionamento político-partidário, já que ele tem este posicionamento há anos, nunca deixou de demonstrar isso e mantinha suas atividades via a agência.

A Chiaroscuro agencia e representa não só Allan, como diversos outros artistas, em uma relação de simetria. Na prática, é a Chiaroscuro Studios que trabalha para o quadrinista.

É preciso supor que o contrato entre ele e o estúdio deva ser um contrato entre duas empresas, algo bem comum neste ramo. A finalização de um contrato é a finalização de uma relação comercial devido uma das empresas promover valores éticos diferentes daqueles pregados pela outra parte, tal como ocorreu com a quebra de contrato de patrocínio da Nike com o boxeador Manny Pacquiao que não teve suas declarações homofóbicas endossadas pela Nike, que buscou dissociação de seu nome com o atleta. Se uma empresa representa outra empresa deve haver alinhamento de valores, mesmo que esses valores sejam direcionamentos de marketing.

Texto de autoria de Marcos Paulo Oliveira.