Resenha | Hellboy Edição Histórica: Vol. 3 – O Caixão Acorrentado

Hellboy - Volume 3 - O Caixão Acorrentado

Após duas edições históricas, com as séries (Sementes da Destruição e O Despertar do Demônio) que fundamentam a base de Hellboy, o terceiro volume lançado pela Editora Mythos é um compilado de pequenas histórias publicadas entre 1994 a 1998. Os fãs mais fervorosos poderão reclamar da quebra cronológica entre as publicações anteriores, porém esta edição é um interessante panorama de exercícios narrativos compostos por Mike Mignola.

As sete histórias dessa edição são aventuras do detetive do sobrenatural em diferentes momentos de sua vida. As tramas se desenvolvem de maneira objetiva: o demônio visita algum local com registros de manifestações sobrenaturais, entra em contato direto com elas e, muitas vezes, sai fracassado da batalha ainda sem compreender os poderes ocultos com os quais lutara.

Mesmo nascido de forma diabólica e sendo um aprendiz do oculto desde criança, a personagem compartilha o estranhamento das situações com o leitor. A personagem corpulenta pragueja a maior parte do tempo e, na ação, resolve tudo com pouco tato, respondendo a ameaças com grosserias, socos e punhados de bala.

O traço do autor reforça as tramas atmosféricas ao produzir desenhos precisos, sem cenários detalhados quando não necessários à trama. O uso excessivo de sombras e de paletas escuras dá o tom lúgubre da narrativa, que sempre se movimenta com histórias estranhas, maravilhosas ou sobrenaturais.

O autor teve cuidado ao pesquisar sobre a tradição cultural de diversos países e regiões, aprofundando-se em histórias orais, lendas e em obras de escritores passados, para compor sua própria narrativa utilizando tais elementos. Neste aspecto, Mignola aproxima-se de Neil Gaiman no sentido de respeitar os universos com rica tradição histórica e acrescentando sua visão particular a eles. Ao apresentar uma lenda prévia sob outra ótica, a tradição ganha nova voz.

Este volume apresenta o mesmo padrão das edições anteriores, de capa dura e papel couché, com breves comentários do autor antes de cada história, além de um glossário que explica citações e referências contidas em cada uma delas. Após a excelente grande saga que apresenta Hellboy, estas pequenas histórias atemporais demonstram a habilidade de Mignola de narrá-las e a potência desta grandiosa personagem criada por ele.

Compre aqui.