Resenha | Martin Mystère: Intriga em Pequim

De todos os relançamentos da Editora Mythos, Martin Mystère talvez seja o que menos me agradou. Nem tanto pelo personagem, mas pela história escolhida para a sua reintrodução ao público brasileiro. Ao contrário de outros personagens como Dylan DogNick Raider e Nathan Never que tiveram histórias fechadas publicadas em uma única edição, as do detetive do impossível quase sempre ocupam duas edições. Sendo assim, Intriga em Pequim só é concluída no segundo volume.

Publicada originalmente em 1988 na edição italiana de número 73, Intriga em Pequim tem roteiro de Alfredo Castelli e arte de Salvatore Deidda. Na trama, Mystère, sua noiva Diana e seu assistente Java vão para a China documentar um dos maiores tesouros arqueológicos do mundo: o exército de terracota. Chegando lá, acabam envolvidos em uma trama rocambolesca que envolve artefatos místicos, espionagem, conspirações e questões políticas da China que podem ter consequências catastróficas.

A maioria das histórias de Mystère que foram publicadas agora pela Mythos têm como incômoda característica se iniciarem em um número e serem concluídas na edição seguinte. Isso não é necessariamente uma coisa boa, visto que as histórias acabam sendo esticadas além da conta para preencher esse quesito. É exatamente o que acontece aqui. O roteiro de Castelli tem um ritmo engessado, se alongando demais a fim de que a história se sustente por duas edições. A trama fica mais interessante ao final, quando o roteirista abraça o trash e lança mão até de um dragão que rejuvenesce a grande vilã da história com uma baforada em sua cara. Os desenhos de Deidda não são tão refinados como os de outros desenhistas dos fumettis irmãos de Mystère, mas são marcantes e eficientes. Ainda que seja uma enciclopédia ambulante de clichês, o protagonista é um personagem bem divertido e interessante, assim como Java e Diana, seus fiéis sidekicks.

Uma pena que a história escolhida pela Mythos não seja das mais interessantes. Martin Mystère vale muito a pena ser lido pelos fãs de quadrinhos, só nos resta torcer para que as próximas publicações tragam melhores histórias.

Compre: Martin Mystère: Intriga em Pequim.

Facebook –Página e Grupo | TwitterInstagram.