Quadrinhos

Resenha | O Cão de Caça e Outras Histórias

Compartilhar

Um dos pilares do terror e horror ao lado de Edgar Alan Poe, H. P. Lovecraft sempre instigou a imaginação de seus leitores. Com uma predileção pelo horror sobrenatural, em narrativas sempre marcadas por personagens-observadores diante de assombros, o autor se consolidou como um dos mestre do gênero e ainda hoje é reverenciado em diversas publicações em editoras diversas.

Como é comum a grandes autores, suas narrativas também ganham outros formatos demonstrando a queda de barreira de interpretações artísticas. Lançado pela JBC em dezembro de 2015, O Cão de Caça e Outras Histórias foi o primeiro e único lançamento de Gou Tanabe no país. A obra reúne três histórias de Lovecraft, desenhadas e adaptadas pelo mangaká.

A primeira dificuldade enfrentada pela adaptação é transformar uma narrativa subjetiva em uma versão objetiva dos fatos. Muitos contos do autor são escritos em primeira pessoa, relatos de um observador parcial que compartilha com o leitor sua experiência. Dessa forma, o horror é construído parcialmente no texto e completado pela imaginação do público. Embora as descrições configurem as formas, é o leitor que cria o espetáculo visual em sua próprio imaginação. Transpor uma narrativa desse estilo para desenhos, inicialmente, diminuem o escopo de interpretação. Consequentemente, as histórias também perdem impacto.

Para o leitor que a partir desse mangá descobre Lovecraft, será possível ponderar alguns temas em comum de sua obra como a loucura dos homens, o universo desconhecido como algo assustador e outras manifestações sempre aliadas a impressões parciais, responsáveis por atingir o leitor em cheio. As três histórias apresentadas na edição, O Templo, O Cão de Caça e A Cidade Sem Nome transitam por esses polos de maneira respeitosa e correta com a obra. Mas estão longe de causar o impacto necessário para reverenciar com qualidade um dos grandes autores do gênero.

Ainda que se reconheça um bom potencial nas tramas, bem como situações que hoje são exploradas em excesso por filmes de terror americano, O Cão de Caça e Outras Histórias é uma daquelas adaptações formais em excesso, funcional pelo valor que a obra original possui, mas quase sem nenhum valor próprio extra além da homenagem.

Compre: O Cão de Caça e Outras Histórias.

-

Acompanhe-nos pelo Twitter e Instagram, curta a fanpage Vortex Cultural no Facebook e participe das discussões no nosso grupo no Facebook.

Thiago Augusto Corrêa

Apreciador de cinema, literatura, quadrinhos e música. Formado em Letras, escritor e metido a sabichão.
Veja mais posts do Thiago
Compartilhar