Resenha | Sandman: Prelúdio – Volume 2

Sandman: Prelúdio é uma minissérie do Senhor dos Sonhos, escrita por Neil Gaiman e ilustrada pelo magistral J. H. Williams III. Os três volumes (dois capítulos em cada), narram a história que deixou Morpheus fraco a ponto de ter sido capturado por mortais na estreia do lendário título The Sandman, publicado em 1989, antes mesmo da criação do selo adulto Vertigo, da DC Comics. Nesta resenha, abordaremos o primeiro volume.. Vamos a análise do segundo volume da trilogia.

Todos os gatos sonham. Morpheus segue a jornada para resolver a causa da morte de uma versão sua, acompanhado por outro Senhor do Sonho, um Gato. Quem leu Sandman provavelmente se lembrará da história contada por um Senhor do Sonho com forma de Gato.

Eis o conto: os gatos dominavam a Terra antes dos homens e os escravizaram continuadamente. Eram reis que mantinham a subserviência da espécie humana. Certo ponto os homens passaram a sonhar em tomar o lugar dos gatos e esse sonho coletivo fez com que as pessoas destronassem os felinos. O Gato do Sonho, em Sandman, é um Senhor do Sonho que vaga contado aos gatos para sonharem novamente com a época em que eles eram reis. Se os gatos retomarem esse sonho, poderão novamente ocupar o seu antigo posto.

Fecho o parênteses do Gato do Sonhar para retomar ao Prelúdio. Os dois Senhores do Sonho vagam até os confins do universo até se depararem com as Parcas (ou Moiras), Cloto, Láquesis e Átropos, a trindade fiandeira que decide o passado, presente e o futuro das pessoas. Entidades da Antiguidade Clássica Grega que poderiam, na mitologia de Sandman, também ser substituídas pelas Nornas da Mitologia Nórdica. As três advertem os Senhores do Sonho sobre o comportamento incomum dele em tentar desfazer o passado por egoísmo, ao que Morpheus se esquiva e sai da presença delas.

Em seguida, os dois Senhores do Sonho se deparam com uma criança próxima da Cidade das Estrelas, seu nome, enigmático, é Esperança. Eles pretendem chegar a cidade para barganhar com estrelas negras, mas antes, Morpheus tenta pedir um favor ao seu Pai. O Pai e a Mãe dos Perpétuos não são mencionados em The Sandman, apenas em Prelúdio ficamos sabendo que os Perpétuos derivam de “Tempo” e “Noite” (com essa definição, Gaiman se aproxima da Mitologia Grega ao descrever que os universos e os Perpétuos derivam de apenas dois seres primordiais).

Morpheus barganha para que seu pai refaça o passado. A relação familiar não existe e o Tempo se esquiva porque não caber a ele desfazer um erro do filho a custo de bilhões de vidas que serão apagadas por conta da mudança. Gaiman trabalha com a perspectiva dos multiversos e relações de causa e efeito temporais, ou seja, cada mudança, por menor que seja, no passado, acarreta novos seres e novos desdobramentos em todos os universos possíveis. Não cabe ao Tempo, portanto, livrar a prole e os universos do seu fim; o Tempo é inexorável e infinito. Sem sucesso com o pai, Morpheus chega a cidade das Estrelas, é capturado e logo está à beira da inexistência.

Nos grafismos, o segundo volume de Overture é menos inventivo e onírico que o primeiro. Os desenhos de J. H. Williams III acentuam mais as formas físicas dos seres conscientes e atmosfera ao redor. A palheta de cores continua vasta, percorrendo as cores frias e quentes com voracidade e acentuando as ações dos personagens de Gaiman com zelo. As cenas se acomodam pelos ambientes com naturalidade e mesmo o diálogo críptico de várias páginas é bem compreendido pelos leitores. Várias imagens são duplas ou dividem entre si a mesma gama de tonalidades, trabalho magistral de organização e coloração.

Sandman:– Prelúdio – Volume 2 é tão bem feito quanto o primeiro e o mais significativo dos três porque expande a mitologia por trás dos Perpétuos; entendemos melhor os conflitos entre eles, a origem, a relação “familiar” e como os sentimentos particulares e tidos como “humanos” interferem na tomada de decisões das tramas. Uma obra sensacional que alia clareza textual, grafismo cuidadoso e trama envolvente. Muito recomendada.

Leia a resenha de Sandman: Prelúdio – Volume 1 e Volume 3.

Compre: Sandman: Prelúdio.

Acompanhe-nos pelo Twitter e Instagram, curta a fanpage Vortex Cultural no Facebook, e participe das discussões no nosso grupo no Facebook.