Quadrinhos

Resenha | Star Wars: Academia Jedi – O Retorno de Padawan

Compartilhar

Ser aprendiz de bruxo não é fácil, mas ser um padawan é menos ainda! Esses aprendizes de Jedi, os grandes guerreiros do universo Star Wars, recebem um treinamento pesado na Academia Jedi, e não é qualquer um que consegue passar pelas provas, aguentar os conselhos (chatos) do Yoda e ainda, engolir a comida (terrível) do Gammy, o pior cozinheiro das galáxias! Bem-vindos a Academia Jedi – O Retorno de Padawan, na qual o jovem Roan Novachez ainda está longe de ser o grande piloto que sempre sonhou ser, e ao invés disso, ainda tem que lidar com muitos desafios – e até ver o seu melhor amigo Pasha namorando Gaiana, a menina dos seus sonhos.

De volta para mais um ano em Hog... na Academia Jedi, Roan está mais animado do que nunca, se divertindo em um universo de possibilidades que todo menino gostaria de participar! Pela primeira vez, ele já começa a dominar o uso da Força, essa energia que os Jedi precisam ter controle, mas nem tudo é diversão! Agora, a turminha de alunos precisam aprender a ser responsáveis e a cuidar de um bichinho de estimação, um Voorpak muito fofo, e as inimizades de Roan se mostram inevitáveis. Logo no início do ano letivo ele já se depara com uma turma de jovens Sith, os poderosos do lado sombrio da Força, que já lhe dão dor de cabeça. E haja desabafos no seu diários.

Com um tom leve e jovial, o livro ilustrado de Jeffrey Brown segue o mesmo clima descontraído do primeiro livro, também publicado no Brasil pela Editora Aleph, com desenhos tão expressivos e situações tão engraçadas que a gente nem sente falta das cores, já que o livro é todo em preto e branco como se fosse ilustrado a mão, transmitindo uma forte sensação de espontaneidade, francamente deliciosa. Em O Retorno do Padawan, ninguém está seguro da influência do mal, nem Roan, que começa a se juntar com os jovens Sith, porque eles parecem mais divertidos e estilosos que seus amigos Jedi. Logo, lições serão aprendidas, e Roan vai descobrir que nada (nada mesmo) vale mais que uma amizade de verdade, e sem interesses.

Por toda parte, ecos de Harry Potter, As Crônicas de Nárnia e outros títulos famosos da cultura pop estão em evidência na história, e nem pense que isso pode comprometer alguma coisa, ou tornar O Retorno de Padawan menos criativo e surpreendente pra alguém. O livro consegue homenagear suas influências de um jeito bastante simpático, trilhando seu próprio caminho no universo Star Wars e sem esquecer dos ícones que fizeram a série ser tão amada ao redor do mundo – os Ewoks continuam sendo apaixonantes, apesar de serem malandros demais para seu tamanho. E o que será que Roan, o mais normal dos meninos consegue conquistar primeiro: a Gaiana, a menina que nem dá muita bola pra ele, ou o controle de uma nave espacial? Só lendo pra saber.

Compre: Academia Jedi – O Retorno de Padawan.

Douglas Olive

Cinéfilo formado em publicidade e iniciante com "Os Aristogatas", que assistia 5 vezes por dia na infância, e que agora começa a querer fazer seus próprios filmes. Devo estar indo longe demais.
Veja mais posts do Douglas
Compartilhar