Big Little Lies | Segunda temporada é uma possibilidade, segundo autora do livro

A adaptação em minissérie da HBO do romance Big Little Lies, best-seller escrito por Liane Moriarty, foi concebido originalmente como uma simples minissérie. Mas como esse termo nunca é o suficiente para as produtoras. Nâo faz nem duas semanas que o último episódio foi ao ar e os fãs já estão pedindo por mais uma temporada. Apesar da série ter se concluído de maneira clara, o último episódio acaba deixando aquela sensação de quero mais pela sutil maneira que explora as últimos minutos de duração.

Vale comentar que o diretor da série, Jean-Marc Valleé, disse em entrevista: “Esse é o final perfeito. Não tem jeito. Não existe razão pra fazer uma segunda temporada. Esse projeto nasceu par ser uma temporada só e acabou de uma maneira pra deixar a audiência pensando no que aconteceu. Se quebrarmos isso mostrando uma segunda temporada quebra completamente a expectativa que foi belamente filmada ali, de propósito”.

Por outro lado, duas das produtoras executivas e estrelas da série, Nicole Kidman e Reese Witherspoon já apresentaram interesse em fazer mais, com Witherspoon inclusive encorajando os fãs a mandar mensagens pra Moriarty pedindo que ela planeje algo pra uma possível segunda temporada. Agora segundo o jornal The Sydney Morning Herald, parece que é exatamente o que Moriarty está fazendo.

“Eu comecei a pensar em maneiras de como aquilo poderia continuar. Os produtores me pediram para pensar e trazer algumas ideias. Eu não escreveria outro livro mas talvez uma nova história para TV é interessante, vamos ver o que vai acontecer!”.

Moriarty também comenta que uma história que poderia ser expandida é que Bonnie (Zoe Kravitz) sofria abusos de seu pai, conforme já explorado no romance da autora.

“Minha reação na hora foi ‘Eles fizeram isso mesmo?’, ‘Deixaram isso de fora!?’, muitas pessoas vieram me dizer que uma possível história seria contar essa verdadeira história da Bonnie, isso abre um leque de possibilidades pra uma segunda temporada”.

Como já foi dito inclusive pelo próprio diretor, essa capacidade de instigar a pensar algo que você não pode ver incomoda muito ao público hoje em dia, parece que sempre que colocam essas pequenas sutilezas dentro da trama o mesmo público que amou ver aquilo também quer que aquilo seja preenchido. Mas levemos em consideração que toda a série foi dirigida e executada com mão pesada de Valleé, que não parece nada interessado numa segunda temporada, mas quem sabe, tudo é possível.