Twin Peaks | David Lynch “esclarece” o passado e futuro da série!

Antes do que se entende por séries de TV na atualidade, havia Twin Peaks. E no inicio do painel sobre a mesma no TCA Session da Showtime, a emissora permitiu que o criador David Lynch saisse por 15 min para responder perguntas aos jornalistas presentes. Foi uma grande mistura de deleite com frustação. Ele disse que seriam 18 horas divididas em episódios, no qual ele filmou como se fosse um único filme. Os críticos se atentaram a perguntar as mais variadas questões sobre o processo de filmagem e como foi retomar aquele mundo, e tudo isso foi respondido da maneira mais “Lynchiana” o possível. Como exemplo veja o que ele respondeu quando questionado sobre como ele dividia as tarefas de criação e escrever os roteiros com Mark Frost:

“No começo, muitos anos atrás, Mark e eu – como se ele tivesse perdido no deserto – parecia que tinhamos encontrado uma montanha e começamos a escalar. E depois de escalar a montanha encontramos uma densa e profunda floresta, e foi atravessando a floresta que as árvores começaram a ficar mais finas, depois de tanto caminhar nessas árvores uma hora a floresta acabou e encontramos uma cidade chamada Twin Peaks. Depois conhecemos as pessoas de Twin Peaks e aquelas que visitavam Twin Peaks, e então descobrimos um mistério. Dentro desse havia outros mistérios, que tinham um mundo, e consequentemente dentro desse haviam outros mundos. Foi assim que começou e isso nos trouxe aqui hoje e a história continua”

E quando perguntado se a história que ele está fazendo agora tem algo haver com a intenção original da produção da ABC, ele disse “bom, no começo nós.. na verdade eu não tenho liberdade pra falar sobre isso.” Ele disse que estava muito feliz na Showtime, e está ciente da ansiedade pelo retorno da série. “Eu estou muito no meio de tudo isso e eu não saio muito disso” mas “Eu estou feliz com essa série e como as coisas estão caminhando.” O jornalista repetiu, “Mas como vocês dividem as tarefas no programa?” Lynch respondeu, “Nós trabalhamos juntos no Skype, Mark vive em Ojai e eu em Hollywood, ligamos o skype e escrevemos juntos”

Ele também comentou sobre o elenco de agora e o de 25 anos atrás, comentando como era satisfatório retornar a série, ressaltando como a Showtime de 2017 é um mundo completamente diferente da ABC dos anos 90:

“Não tinhamos muito controle superior da série há 25 anos atrás. Na verdade eu ainda não acredito na liberdade que tinhamos. Se você voltar atrás é bem impressionante o que foi feito. Alguns diálogos foram trocados, mas sempre no intuito de melhorar. Sempre tivemos muita liberdade criativa.”

Recordando sobre o que ele mais gosta na série original, Lynch disse:

“É o piloto. Aquilo pra mim define o tom, e fez aquela série e os personagens. Foi o piloto que começou isso e eu me senti muito bem sobre o clima dele, dali pra frente foi puro amor”

E sobre o que ocorreu com a série na segunda temporada:

“O que matou Twin Peaks foi o ‘Quem matou Laura Palmer?’ questão que nem queriamos responder na verdade. O mistério dela foi a sujeira que envolvia aqueles pequenos ovos de ouro. Até certo ponto nos foi dito para nunca trazer aquilo a tona, e eu nunca fui atrás disso denovo depois.”

Lynch muitas vezes já contou no passado que não queria retornar para a série, obviamente isso mudou. Até esse ponto, não existem planos de fazer nada além dos episódios já filmados. Apesar de tudo, tudo que envolve o nome Twin Peaks é canon (Sim, o filme também) e fará parte dessa nova história. E enquanto boa parte do elenco está voltando, alguns não estão, e Lynch escreveu essa nova história “esperando o melhor” dentro do que era possível.

“Você tenta escolher a melhor pessoa praquele papel, essa é a regra. Você encontra a pessoa, vê os videos dela, e você tenta entender ao ver e ouvi-la qual o senso de certo e errado dela, e se isso cabe ao personagem.”

Maior parte das respostas tiveram esse tom sutil, quase histérico, vago e reflexivo. Por fim, quando perguntado sobre o final original da série seria de fato a conclusão final, ele disse:

“Eu sempre senti que mesmo mentalmente e emocionalmente que a história sempre continua…”

Twin Peaks retorna dia 21 de Maio na Showtime.

_

Fonte: Collider