Review | Rurouni Kenshin: Trust and Betrayal

rurouni kenshin trust and betrayal

Rurouni Kenshin (conhecido por aqui como Samurai X no original) foi um anime de grande sucesso que mesclou fatos e personalidades históricas numa grande obra de ficção. O personagem principal, Kenshin Himura, é um andarilho no Japão que, no início da Era Meiji (segunda metade do século XIX), carrega uma espada com lâmina invertida. Apesar da personalidade serena e da arma aparentemente não-letal, ele possui uma habilidade monstruosa como espadachim. Isso porque, anos atrás, ele foi um dos retalhadores mais temidos do país. E é exatamente essa época que o OVA mostra, em quatro episódios.

Este OVA é muito mais sério, denso, violento e filosófico que a série original. Isso pode desagradar muitos fãs. Porém, não há dúvidas quanto à qualidade. A primeira diferença a ser notada está no traço: Kenshin está diferente, com um rosto mais japonês. Aliás, todos os personagens tem mais cara de japonês e menos cara de mangá.

Kenshin teve uma infância trágica, e ainda nessa época conheceu seu mestre, Seijuurou Hiko, que lhe ensina o estilo Hiten Mitsurugi, uma técnica de espadachim extremamente letal. Os fãs da série irão se deleitar com a demonstração das habilidades de Hiko, que são absurdas. Posteriormente, Kenshin se tornaria o grande retalhador Battousai.

O grande trunfo desse OVA é a mescla perfeita entre partes lentas e ação. Como já foi dito, aqui temos uma narrativa mais séria, densa e filosófica, porém as partes de combate são muito mais sanguinárias que na série. Conhecemos Kenshin em sua época de retalhador, e todo o contexto político que o envolvia. É um excelente complemento à série.

Quem não conhece Rurouni Kenshin pode assistir sem problemas. Para quem já é fã, este OVA é obrigatório, até porque, no final, é mostrado um pouco de uma das lutas mais importantes da vida do samurai ruivo.

rurouni kenshin trust and betrayal poster